Sala de Situação

Publicada em 01/06/2020

Veja a VERSÃO ATUALIZADA


Veja a versão deste documento em PDF

PAINEL – UFPI – COVID-19

Ordinariamente atualizado a cada duas semanas, a não ser que precise de dados emergenciais.

Apresentação

A doença por coronavírus (Covid-19) é causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), nova variante de coronavírus, identificado como o agente causador da síndrome respiratória aguda grave que afetou a população da China em dezembro de 2019. No início de 2020, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que se tratava de uma pandemia, caracterizada pela disseminação da Covid-19 em todos os continentes do globo, alertando para que as autoridades de saúde preparassem seus planos de contingência e de enfrentamento a um dos mais importantes desafios de saúde pública no século XXI.

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) instalou o Comitê Gestor de Crise. No Grupo de Trabalho sobre saúde, a equipe do Eixo 3 - Sala de situação elaborou o Painel UFPI Covid-19, cujo objetivo é apresentar um consolidado de informações sobre a evolução da pandemia Covid-19, com ênfase aos dados relacionados ao estado do Piauí.

O painel será atualizado sempre que houver dados consistentes, que permitam fazer uma análise mais detalhada.




👉Destaques da nota

  • O número de casos e óbitos tem aumentado nas regionais de saúde do Piauí.

  • O risco de adoecer tem aumentado nas regionais de saúde, sendo mais elevado na Entre Rios.

  • A taxa de mortalidade tem aumentado nas regionais de saúde, sendo mais elevado na Tabuleiros do Alto Parnaíba.

  • As regionais Serra da Capivara e Vale do Canindé não apresentaram óbitos pela covid-19 até a última data de análise dessa nota.


Regionais de Saúde

Os Territórios de Desenvolvimento representam uma estratégia de planejamento da ação governamental do Piauí que visa promover o desenvolvimento sustentável, reduzir desigualdades e melhorar a qualidade de vida da população piauiense. Atualmente, o Piauí dispõe de 11 Territórios de Desenvolvimento, divididas por características sociais-econômicas-ambientais: Carnaubais; Chapada das Mangabeiras; Cocais; Entre Rios; Planície Litorânea; Serra da Capivara; Tabuleiros do Alto Parnaíba; Vale do Canindé; Vale do Guaribas; Vale do Sambito; Vale dos Rios Piauí e Itaueiras (SEPLAN, 2020).

Nessa configuração, a Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI) utiliza, como instância administrativa, técnica e política, as Coordenações Regionais de Saúde (CRS). E o objetivo das coordenações Regionais de Saúde é fortalecer a descentralização das ações da política estadual de saúde nos municípios da área de abrangência do território. Atualmente, existem 11 regionais de saúde seguindo o modelo do Plano Diretor de Regionalização do Estado (SESAPI, 2020).

Os links abaixo permitem conhecer melhor esses territórios:

- http://www.seplan.pi.gov.br/mapa-grande.pdf

- http://www.saude.pi.gov.br/ckeditor_assets/attachments/193/Municipios_por_Regionais.doc


Casos

No Piauí, até 27 de maio de 2020, foram registrados 3.966 casos confirmados de covid-19. A figura 1 apresenta o número de casos da doença nas 11 regionais de saúde do Piauí. A regional Entre Rios concentrou 57,0% (N=2.261) dos casos, seguido de Cocais (N=437), Planície Litorânea (N=358) e Vale do Rio Guaribas (N=274). As outras regionais representaram apenas 16,0% dos casos.

Figura 1: Número de casos acumulados da Covid-19 nas regionais de saúde, Piauí, 27 de maio de 2020.

Fonte: Painel Coronavírus, Ministério da Saúde, 2020.

A figura a seguir mostra número de casos acumulados da covid-19 nas 11 regionais de saúde do Piauí, excluindo-se Teresina. Sem a capital, o Piauí apresentou 2.076 casos da doença. E a regional de Cocais foi a que mais registrou casos. A Entre Rios registrou 371 casos da covid-19 (figura 2).

Figura 2: Número de casos acumulados da Covid-19 nas regionais de saúde, sem dados de Teresina, Piauí, 27 de maio de 2020.

Fonte: Painel Coronavírus, Ministério da Saúde, 2020. *Entre Rios sem dados de Teresina.

Evolução de casos

A figura 3 apresenta a evolução quinzenal de casos acumulados de covid-19 nas regionais do Piauí, de 28 de março até 27 de maio de 2020. Verifica-se que nos primeiros 15 dias após o primeiro caso no estado, apenas as regionais centro-norte apresentavam a doença. A última regional a registrar seu primeiro caso foi a de Tabuleiros do Alto Parnaíba, em 28 de abril de 2020. Na última quinzena, as regionais apresentaram de 55 (Vale do Sambito) a 2.261 (Entre Rios) casos.

Figura 3: Evolução dos casos de Covid-19 nas regionais de saúde do Piauí, 28 de março a 27 de maio de 2020.

Fonte: Painel Coronavírus, Ministério da Saúde, 2020.

Óbitos

Até o dia 27 de maio de 2020, foram registrados 134 óbitos por covid-19 no Piauí. A figura 4 apresenta o número de óbitos pela doença nas 11 regionais de Saúde do Piauí. As regionais com maiores número de mortes foram Entre Rios (N=77), Cocais (N=15) e Planície Litorânea (N=11), respectivamente. Até a referida data de análise, Serra da Capivara e Vale do Canindé não haviam apresentado óbitos.

Figura 4: Número de óbitos acumulados da covid-19 nas regionais de saúde*, Piauí, 27 de maio de 2020.

Fonte: Painel Coronavírus, Ministério da Saúde, 2020. *As regionais Serra da Capivara e Vale do Canindé não apresentaram óbitos até a referida data.

A figura a seguir mostra número de óbitos acumulados da covid-19 nas 11 regionais de saúde do Piauí, excluindo-se Teresina. Sem a capital, o Piauí registrou 68 óbitos pela doença. Assim como a Planície Litorânea, Entre Rios apresentou 11 mortes pela Covid-19 (figura 5).

Figura 5: Número de óbitos acumulados da Covid-19 nas regionais de saúde*, sem dados de Teresina, Piauí, 27 de maio de 2020.

Fonte: Painel Coronavírus, Ministério da Saúde, 2020. * As regionais Serra da Capivara e Vale do Canindé não apresentaram óbitos até a referida data. **Entre Rios sem dados de Teresina.


Incidência e Mortalidade

A figura 6 apresenta as taxas de incidência (100 mil hab.) pela covid-19 nas 11 regionais de saúde do Piauí. A regional Entre Rios apresentou uma taxa de 183,4 casos/100 mil hab., seguido da Tabuleiros do Alto Parnaíba (135,6 casos/100 mil hab.) e Planície Litorânea (127,7 casos/ 100 mil hab.).

Figura 6: Taxa de incidência (100 mil hab.) da covid-19 nas regionais de saúde, Piauí, 27 de maio de 2020.

Fonte: Painel Coronavírus, Ministério da Saúde, 2020.


A figura 7 apresenta as taxas de mortalidade (100 mil hab.) pela covid-19, nas 11 regionais de saúde do Piauí. A regional Tabuleiros do Alto Parnaíba apresentou uma taxa de 6,3 óbitos/100 mil hab., seguido da Entre Rios (6,2 óbitos/100 mil hab.) e Vale dos Rios Piauí e Itaueira (4,3 óbitos/ 100 mil hab.). As regionais de Serra da Capivara e Vale do Canindé não apresentaram óbitos até a referida data.

Figura 7: Taxa de mortalidade (100 mil hab.) da Covid-19 nas regionais de saúde*, Piauí, 27 de maio de 2020.

Fonte: Painel Coronavírus, Ministério da Saúde, 2020. *As regionais Serra da Capivara e Vale do Canindé não apresentaram óbitos até a referida data.

A figura 8 apresenta a evolução das taxas de incidência e mortalidade (100 mil hab.) nas regionais de saúde do Piauí, no período de 28 de março a 27 de maio de 2020. Verificou-se que todas as regionais apresentaram crescimento na taxa de incidência. Entre Rios (8d), Tabuleiros do Alto Parnaíba (8g) e Planície Litorânea (8e) foram as regiões com maiores riscos de adoecer por covid-19.

Com relação as taxas de mortalidade, com exceção das regionais Serra da Capivara e Vale do Canindé, que não apresentaram óbitos, as demais apresentaram crescimento na taxa. Verificou-se que Tabuleiros do Alto Parnaíba (8g), Entre Rios (8d) e Vale dos Rios Piauí e Itaueira (8k) foram as regiões com maiores riscos de morrer por covid-19 no período.

Figura 8: Taxa de incidência (100 mil hab.) nas regionais de saúde, Piauí, 28 de março a 27 de maio de 2020.

Equipe de Elaboração

Nota técnica 01, 24 de Maio de 2020.

  • Beatriz Fátima Alves de Oliveira - Enfermeira e Pesquisadora em Saúde Pública da Fiocruz Piauí

  • Bruno Guedes Alcoforado Aguiar - Departamento de Medicina Comunitária (UFPI); Centro de Inteligência em Agravos Tropicais Emergentes e Negligenciados (CIATEN).

  • Flávio Furtado de Farias - Curso de Fisioterapia, Universidade Federal do Delta do Parnaíba.

  • Francisco de Tarso Ribeiro Caselli - Curso de Engenharia de Produção (UFPI).

  • Jefferson Cruz dos Santos Leite - Departamento de Matemática (UFPI).

  • Juliana Gonçalves de Sousa - Geoprocessamento (IFPI).

  • Juliana Soares Severo - Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Alimentos e Nutrição (UFPI).

  • Maria Zilda de Oliveira Conceição Lima - Engenharia Cartográfica e de Agrimensura (UFPI)

  • Osmar de Oliveira Cardoso - Núcleo de Estudos em Saúde Pública-NESP, Departamento de Bioquímica e Farmacologia (UFPI).

  • Péricles Luiz Picanço Jr. - Departamento de Transportes (UFPI).

  • Rita de Cassia de Lima Idalino - Curso de Estatística (UFPI).

  • Roniele Araújo de Sousa - Núcleo de Estudos em Saúde Pública-NESP (UFPI).